Quando o Dinossauro chega as Nuvens #Cloudino


Resolvi escrever um pouco sobre a sensação de programar, ensinar uma maquina sobre os mais variados assuntos, falar com o computador, conseguir passar  a um ser cibernético o conhecimento humano.

No inicio de nossa vida tecnológica, não podíamos fazer muito, os recursos eram limitados, ficávamos contentes ao digitar alguns textos e de repente ver aquele computador entendo como funcionava um relógio, como escolher uma combinação de roupas, como selecionar frutas para uma salada, como desenhar um barco com quadrinhos verdes, era um mundo monocromático. Para guardar o conhecimento ou mesmo para utiliza-lo tínhamos que esperar vários minutos com o computador ouvindo ou falando a um gravador com fita K7. Os computadores nada se pareciam com o que utilizamos hoje, muito menos com o que assistíamos nos filmes de ficção.

Comparo a programação a um jogo de xadrez, aquela sensação de estudar todos os caminhos e somente se satisfazer com o “Xeque-Mate”.

O Analista de Sistemas que conhece as linguagens de programação começa a aprender sobre todos os assuntos, de repente empresas necessitam que os computadores controlem os estoques, suas contas a pagar e a receber, suas vendas, seus cálculos de produção, enfim, necessitam que as maquinas aprendam.

Esta é a função do Analista de Sistemas, aquele cara que precisa entender os processos da empresa e ensinar ao computador.

Cada dia aprendemos mais, caminhamos por estradas chamadas sistemas operacionais, estradas que mudam sua forma, estradas que desparecem, trabalhamos com linguagens de programação que mudam, computadores que entendem somente novas linguagens.  O Analista passa a ser um poligrota digital.

Surge então um tecnologia denominada Nuvem, passamos a ser considerados dinossauros, aquele cara que trabalhava para aquela empresa passa a ensinar a computadores que não estão a sua frente, computadores que estão espalhados pelo mundo, começamos a levar todo o conhecimento  adquirido não mais para um local físico, mais para um local virtual.  Agora podemos utilizar todas as linguagens que conhecemos para falar em uma linguagem comum a todos os computadores, começamos a concretizar projetos que antes seriam considerados ficção, começamos a escrever o Futuro.

Finalmente os Dinossauros alcançam as Nuvens.

Anúncios

Um comentário sobre “Quando o Dinossauro chega as Nuvens #Cloudino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s